Menu Principal

Seu navegator não tem ou não suporta o Flash Player, e você precisa dele pra visual o conteúdo dessa página, além de inúmeras outras (como o youtube, por exemplo).

Você encontra a versão mais atualizada do Flash Player clicando aqui, que é um o do site oficial da Adobe.

Convenção Coletiva de Trabalho

O sindicato das Indústrias da Construção Civil no Estado do Rio Grande do Sul - SINDUSCON-RS e o Sindicato dos Oficiais Eletricistas e Trabalhadores nas Indústrias de Instalações Elétricas, Gás, Hidráulicas e Sanitárias de Porto Alegre, informam que concluíram as negociações coletivas de trabalho 2014/2015.

Instrumento coletivo transmitido pela solicitação número MR 036708/2014 e protocolizado no Ministério do Trabalho e Emprego sob número 46218011249201418 foi registrado na unidade do MTE sob o número RS001434/2014.

1. Foram fixados os seguintes pisos salariais, a partir de JUNHO/2014:

AjudanteR$ 4,05 por hora
Meio OficialR$ 4,45 por hora
OficialR$ 5,46 por hora
AprendizR$ 3,55 por hora

2. Em 1º de junho de 2014 as empresas representadas pelo SINDUSCON-RS concederão aos empregados representados pelo Sindicato dos Trabalhadores, acima referido, correção salarial de 7,50% (sete vírgula cinqüenta por cento), a ser aplicada sobre o valor dos salários-base vigentes em 1/06/2013, limitada a incidência à parcela de salários de até R$ 3.250,00 (três mil duzentos e cinqüenta reais), já reajustado pela norma coletiva revisada.

3. Para o resíduo de salários que exceder o limite de R$ 3.250, 00, referido acima, será aplicado o percentual de 6,10%.

Admitidos atéTabela de Proporcionalidade 7,50% até a parcela de R$ 3.250,006,10% sobre o resíduo de salários que exceder o limite de R$ 3.250,00
15/06/20137,50%6,10%
15/07/20136,85%5,58%
15/08/20136,21%5,06%
15/09/20135,57%4,54%
15/10/20134,94%4,03%
15/11/20134,31%3,51%
15/12/20133,68%3,00%
15/01/20143,06%2,50%
15/02/20142,44%1,99%
15/03/20141,82%1,49%
15/04/20141,21%0,99%
15/05/20140,60%0,49%
30/05/20140,30%0,25%

4. O percentual de 7,50% será aplicado às demais cláusulas econômicas.

5. Prêmio Assiduidade: alteração de R$ 90,00 para R$ 120,00.

6. Auxílio Educação: alteração de R$ 194,16 para R$ 240,00.

7. Desconto Vale Transporte limitado em 3%.

8. Cláusulas de seguro aumentam, respectivamente, de R$ 13.915,00 para R$ 15.000,00, de R$ 6.957,50 para R$ 7.500,00. As de R$ 3.478,75 para R$ 3.750,00, assim como a cláusulas de sepultamento.

9. Contribuição Assistencial Laboral: as empresas descontarão dos salários já reajustados, de todos os seus empregados, os valores equivalentes a um dia de JULHO/2014, um dia de OUTUBRO/2014, e um dia de JANEIRO/2015; comprometendo-se a recolher os valores descontados aos cofres do sindicato até o décimo dia do mês subseqüente, sob pena de incidência de uma multa de 20% (vinte por cento) sobre os valores descontados


Documentos Obrigatórios no ato da homologação

  • - Carta de Preposto;
  • - Ficha ou Livro de Registro atualizado;
  • - Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho (5 vias);
  • - CÓDIGO SINDICAL: 004.181.87553-8;
  • - CTPS devidamente atualizada;
  • - Comunicação do Aviso Prévio do empregador para o empregado ou do empregado para o empregador (3 vias);
  • - Extrato do Analítico do FGTS para fins rescisórios, devidamente atualizado (3 vias);
  • - Guia de recolhimento rescisório do FGTS e demonstrativo de Recolhimento da Multa do FGTS (quando ocorrer demissão sem justa causa, por iniciativa do empregador) (3 vias);
  • - Guia de Identificação e Liberação do FGTS (3 vias);
  • - Guia do Seguro Desemprego;
  • - 3 últimos contra-cheques;
  • - Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP) (3 vias);
  • - Relação de salários de contribuição;
  • - Atestado de Saúde Ocupacional (ASO) tem validade: (3 vias)
  • I - 135 dias para as empresas de grau de risco do grupo 1 e 2 do quadro l da NR4;
  • II - 90 dias para as empresas de grau de risco do grupo 3 e 4 do quadro l da NR4.

presidente

A importância da energia elétrica para a sociedade

Os avanços tecnológicos dos últimos séculos se mostraram de extrema importância para a sociedade moderna. Equipamentos eletrodomésticos, como computador, televisão, aparelhos de som, condicionadores de ar, aquecedores e diversos equipamentos só existem graças à energia elétrica.

A descoberta das cargas elétricas por Tales de Mileto, na Grécia antiga, foi fundamental para a evolução tecnológica dos tempos modernos.

A energica elétrica é a capacidade de uma corrente elétrica realizar trabalho. Essa forma de energia pode ser obtida através da energia química ou da energia mecânica, através de turbinas e geradores que transformam essas formas de energia em energia elétrica.

Atualmente, a eletricidade é de tamanha importância que hospitais, postos de gasolina, e escolas usualmente possuem geradores próprios para compensar eventuais quedas de energia. Toda a infraestrutura e a produtividade das empresas dependem da energia elétrica.

As primeiras normas para instalações eletricas no Brasil surgiram por volta de 1940 e sua primeira revisão foi em 1960. A segunda revisão foi feita em 1980, depois outra em 1990 e a última, em 1997.

Emerson L. Silveira - Presidente do Sindicato


17 de outubro - Dia do Eletricista

27 de setembro - Dia do Hidráulico